quinta-feira, 14 de abril de 2011

A short story

Não importa o quanto você é legal, nem o número de piadas que saiba contar, nem mesmo se consegue fazer piada de tudo, nada disso será levado em consideração se você estiver na minha turma e falar inglês muito bem. E nem estou incluindo aqueles que se expressam melhor do que eu, porque em certas situações em que todo mundo ri e eu simplesmente não entendo lhufas, eu chego a pensar que o inglês é uma língua encantada que jamais será desmistificada por mim.

Falo aqui de pessoas especiais. Aquelas que sempre gostaram de punk rock, tocam em bandas de hardcore e cantam ska mesmo depois de ter ouvido só umas duas vezes a música.

Não é nada pessoal. Eu gosto da pessoa. Chego a criar um carinho que me balança. Quase me faz titubear. Mas é mais forte do que eu. E não tem jeito eu vou detestar ser sua parceira em qualquer atividade, vou ignorá-lo por seu vocabulário ser ótimo, vou virar os olhos quando você escrever um texto infinitamente maior e melhor do que o meu e vou morrer aos poucos quando eu perceber que você sabe usar preposições.

E sem querer as coisas tomam proporções maiores. Transcendem as paredes da minha sala:

− E daí, Kézia, como está a sua turma?

− Ah, tudo tranqüilo.

− Ai, guria, a minha me faz lembrar você.

− Mas o que aconteceu?

− Tem um menino de 13 anos que já morou fora do país e fala inglês muito bem. Ele é um amor, mas não dá, me dá um ódio. Odeio demais.

Kézia fazendo discípulos. E veja a que ponto chegamos: odiando adolescentes queridos!

Isso me lembra uma situação recente que aconteceu bem longe da escola de inglês:

− Nem me fale deste fulano. Ele é super misógino.

− É o quê?

− Ah, misógino, Kézia. disse ela já ficando vermelha como sempre fica quando acha que falou um pouquinho demais.

− Mas, senhor, ainda bem que não preciso conviver com você diariamente. Ia me sentir a maior ignorante.


*atentar para o fato de no rascunho deste texto eu ter escrito bisógino, até jogar no Houiass e descobrir que é misógino, aquele que tem ódio ou aversão às mulheres. Português pré-avançado define.


Beijo grande

Kézia

7 comentários:

Camila disse...

Kéziaaaaaaaaaa!!!!!
Não te conheço e comecei acompanhar o blog a pouco tempo! Mas uma coisa é fato: na minha aula de inglês também existem pessoas q me irritam! E muito!
Pra começar, outro dia tava tomando café com quatro coleguinhas de sala: NENHUM deles tem mais de 17 anos!!!Detalhe: estou no avançado. A pergunta é: vcs fazem inglês desde o útero da mãe de vcs?
Fora qd os teenagers desandam a falar tão rápido, mas tão rápido q eu dúvido q eles estejam falando inglês!
Mas não é só os que tem o inglês no DNA que me causam reações adversas. Os preguiçosos tb. Além de pessoas que nasceram depois de 1990, não viram o Brasil ser tetra nem assistiram a uma corrida do Airton Senna, tb tem uma tiazinha na minha sala q é de morrer...Sabe aquelas pessoas q não querem reconhecer q estão envelhecendo? O melhor amigo dela chama-se botox!!!Ela tem uma cara de cansada! Parece q tá sempre com sono e fica querendo falar em português durante a aula...Tenho vontade de jogar água gelada no rosto dela só pra ver se ela acorda...ou se derrete!
bjs

Ácidas e Doces disse...

Oi Camila, acho que você me conhece sim e deve estar na mesma turma que eu no inglês. hahaha
Beijo
Kézia

Mãe Mochileira, Filho Malinha.. disse...

oLá!! oBRIGADA pela visitinha no blog..cara,sem demagogias:eu amei isso aqui!! to aqui dndo risada..sim,pq por mais que viaje e saia do pais..eu n sei o que me dá..e de fato o ingles é uma lingua mistica que pra mim continua sendo misterio..eu entendo tudo,que é uma beleza..mas falar..trava geraaaal!!!kkkkkkk..acredita que dia desses atendi um cliente e ele me perguntava as coisas,eu entendia beleza..e para responder??escrevia no google tradutor e mandava ele ler..kkkkkkkkk..foi comico,mas deu certo!!!ainda bem que minha chefe não viu essa pagação de mico!!!
Estou seguindo vcs,beijos e um otimo fim de semana!!!

Inaie disse...

querida, eu sou a salvacao dos seus problemas!!!! Como voce bem disse, que bom que voce encontrou o meu blog, que e escrito em ingles E portugues. Ou eu deveria dizer ingles fajuto e portugues mal escrito???

Ja vou avisando logo no titulo: Inaie - out and about em portugues macarronico e pidgin English.

O meu blog vai fazer voce se sentir infinitamente superior, culta e sabida. Va la todos os dias para uma chuveirada de auto estima!!

E um prazer poder ajudar...

Beijos

Inaie disse...

Ola querida, moro em bahrain. isso, aquela ilhazinha perto da Arabia Saudita, onde o pau ta comendo. isso mesmo, aquela com tanques de guerra nas ruas, militares por todo lado!! :-)

Uma mãe em apuros! disse...

sempre tem esse tipo de gente no curso de inglês, alias, falo muito bem. Só para constar.

Blog Sozinha ou Acompanhada disse...

hahahaha...Kézia amei... vem pra Sampa fazer um curso comigo!!! hello baby!!!
beijocas,
Mari
E então foi pro Rio??? Gente sumi e não sei mas de nada nem de ninguém!
beijocas